quinta-feira, 13 de agosto de 2009

NO CENÁRIO DA VIDA


Nesta peça elaborada que é a vida, aonde se cruzam cenas e cenários
Tudo coaduna na perfeição
O artista sorri, cumpre o seu papel
Responsável pela fiel tradição.
Jogos de certo e saber
Ritmos lentos e rápidos
Coisas difíceis de entender
Perguntam os porquês, até os mais sábios.
Todos os finais de dia
O pano cai, o artista fica só e em silencio
No camarim rodeado de todo o seu passado
Remexe no cenário já guardado.
A lágrima cai…
A saudade espreita…
O tango que passa por uma vida já feita.
Chora perdidamente, pois as lágrimas limpam a alma
Mesmo sem saber a vida passa a correr
Até numa noite calma
Os dias passam, o roteiro não se altera
Madrugadas de inverno em plena Primavera.
Abre gavetas, limpa os retratos
Arruma o guarda-roupa
Alinha os sapatos.
A vida passa…o artista passa…
A lágrima cai e o sonho vai.
Nesta peça que é a vida
Há a lembrança comprometida.



7 comentários:

  1. Nesta peça que é a vida nós somos os artistas que ensaiam o seu próprio destino encontrando-nos em cada passo adiante, mais conscientes da Eternidade.
    Um beijinho,
    Maria emília

    ResponderEliminar
  2. A vida é mesmo a peça mais importante desse cenário de sonho fantasia com seus trajes de alegria e tristeza.Bjo

    ResponderEliminar
  3. "O tango que passa por uma vida já feita." a dança da vida continua...

    ResponderEliminar
  4. Enão é assim no teatro da vida? Belíssima poesia. Verdadeira e intensa. Beijo.

    ResponderEliminar
  5. O teatro da vida...
    Todos nós somos actores nessa peça e representamos o nosso papel (melhor ou pior) a cada dia que passa...

    Que texto lindíssimo, Maria...
    Parabéns!!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. No cenário da minha vida tu és peça importante querida amiga.

    Bjs

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui