domingo, 1 de março de 2009

Tu

        Eu, fiquei sem palavras,
Pois a minha inspiração
Não é nada
Perto deste vulcão
Tu…incendeias
Abres a alma
Inspiras os desatentos
Dia, tarde ou noite calma.
 

1 comentário:

  1. Que imagem forte e bonita esta do amor que, como um furacão, revolve tudo o que está calo e comportado.
    Bela poesia. Parabéns.

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui