sábado, 28 de fevereiro de 2009

Amanhecer


Por entre as brumas dos atalhos

Ando...ando...para encontrar

Não sei o quê, mas vai fugindo

Velho percurso continuo a palmear

Eterna sonhadora

Que há de partir também

Dona de horas silenciosa

Desmaia com o fulgor que a luz contém

Ansioso desejo selvagem

Noite mágica de luar

No céu estrelas com imagem

Ao silencio volta para escutar

Pés nus

Por caminhos a florescer

Esfinges olhando

O belo dia a amanhecer.

2 comentários:

  1. Gostei!

    Passando para desejar
    Um bom fim-de-semana
    Com paz, saúde e muito amor…
    Fico grato pela visita
    E comentário
    Que fez no meu blogue…

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  2. "Ao silencio volta para escutar
    Pés nus
    Por caminhos a florecer"

    Lindo!

    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui