quarta-feira, 8 de agosto de 2012

O teu abraço


Fechei os olhos, no silêncio da noite saboreei o teu abraço.
Como sinto o teu cheiro e respiro a nossa ternura!
Como te quero sem dizer…
Perder-me nesta aventura.
Saber que não te posso ter, é martírio.
Sinto sem querer, que não me queres…
Tento apenas preencher esta vontade de te abraçar,
Esta loucura de contigo partilhar…um momento saborear.
O teu bom dia é balsamo…é tempero… é esperança…
Neste dia que em ti penso, e me iludo mesmo sem acreditar,
Que os momentos que idealizo contigo, são apenas desta louca, a sonhar.

10 comentários:

  1. amar em silencio ... amar em sonhos ...

    ilusão que a realidade tenta matar

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que é o amor minha querida amiga???

      Palavra sem defenição...magia...otupia ou verdades.

      beijinhos meus

      Eliminar
  2. Ola´. Tudo bem por ai. Estive dando uma passada por aqui. Muito legal. Apareça por la. Abraços.

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema... Estarei acompanhando seu blog e lendo suas postagens. Parabéns pelo trabalho aqui realizado

    ResponderEliminar
  4. Se o mar adormecer em desvario
    As ondas não mais se formarem
    Se as gaivotas se perderem do ninho
    As árvores mais altas tombarem

    Se o dia não encontrar a manhã
    As nuvens deixarem de chorar água pura
    Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
    As tuas palavras deixarem de ser raiva dura


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Profeta pela tua presença.
      Boa semana

      Beijo meu

      Eliminar
  5. Falo-te de Nietzsche: - Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.

    beijo

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui