sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Reflexos

Reflexos
Na sombra deste Rio, vejo reflexos de um destino…
Estremeço….será que mereço?
A melodia toca em gotas ao deslizar,
As cores têm mais brilho…por merecer partilhar.
São lindos os retratos que a meus olhos vêm
São a minha vida, o meu ponto de partida.
São flores do meu canteiro
Aquelas que eu cuido e rego com carinho,
São a razão do meu viver, por quem aguento sofrer,
São o meu carinho.
Sombras de um rio verdadeiro
Espelho de água, da alma e do coração,
Sem elas eu não vivo, mesmo em momentos de solidão.

4 comentários:

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui