sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sentimento

Conversando com a Lua, velha companheira,
Descobri uma lúcida verdade…sentimento!
A Imensa que desconhecia,
Aquela que de mim fugia…que tormento!
Procurei as estrelas cintilantes…
Á pura e límpida que no rio corre,
Fugi de verdades…vivi de saudades…
Mas ela é forte nunca morre.
A verdade, a tal que persigo…ó vida!
Encontro-a num abrigo,
Numa conversa com o vento…velho tormento!
Ou num ombro companheiro…amigo.
Sentimento que dorme ao relento,
Encontra nos meus versos a pureza,
É cinza ao vento…velho tormento!
Na alma pura e singela sua beleza.
Este velho, altivo e bravo
Procura rumo a norte
Nas nuvens da Beira se esguia,
Com altivez…sorriso forte.

Sem comentários:

Enviar um comentário

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui