sábado, 26 de março de 2011

Juro...

Juro….

Que as palavras não são vãs,

Que o sentimento é intemporal, juro que o silencio é verdadeiro,

Que as palavras não vêm, que o destino é matreiro. (…)

Juro…

Que o tão pouco é tanto,

Que o tempo tem mais encanto, em horas de monotonia,

Que o temporal vira sol, o nevoeiro nostalgia. (…)

Juro…

Que ainda é um mistério,

Que a vontade de descobrir, tiram-me o sono, é verdade,

Que acordo durante a noite, sinto saudade. (…)

Juro…

Que não sei se é um vicio,

Que quero a utopia, eu sei,

Será bom ou mau…descobrirei. (…)



1 comentário:

  1. O tempo é senhor das respostas
    E somente ele pode dar a reposta dessa descoberta!
    Lindo seu Blog!
    Adoro Rosas, pétalas e esse jardim esta florido especialmente delas!
    Aline.

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui