sexta-feira, 1 de maio de 2009

VONTADE DE VIVER


Água fresca dos teus lábios
Curva macia de uns seios
A imergência dos silêncios
Ausência quente….
Rumor de uma noite de inverno
Sussurros por entre dedos
Como pássaros que voam
Mesmo fugindo da vontade de viver

4 comentários:

  1. Belíssimo poema com uma belissima imagem...

    beijinhos amigos

    ResponderEliminar
  2. Olá

    Senti tristeza neste soberbo poema!

    Bjs e bom fim de semana.

    Lisa

    ResponderEliminar
  3. Vontade de Viver??? SEMPRE. Mesmo com muitos obstáculos a ultrapassar.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  4. Viver não custa, o que custa é saber viver!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui