sexta-feira, 24 de julho de 2009

DESCULPA!!!!


Paixão!
O que é?
Pode ser um arrepio na pele,
Uma noite mal dormida,
Um desejo de sentir, o sabor de uma bebida.
Um projeto que se inicia
A vontade de o fazer, a motivação do querer.
A luta para vencer.
Paixão!
Uma flor do canteiro
Ou a estrela do céu
Uma gota de chuva na brancura de um véu.
Um momento apenas…
Tão breve e tão intenso
Como a noite que chega no final do dia.
Uma resposta em suspenso.
Paixão!
Caminho para a vida,
Vontade de continuar
Remando contra as marés
Sem nunca desanimar.
Brisa leve ou vento forte,
Dia de sol ou temporal
Onda que se acalma
Roseira do roseiral.
Paixão!
És tu timidez, rosto triste insatisfeito,
Procura constante, encosto no peito.
Seres sem saberes, vontade e desejo
Apenas imaginação…dum toque, dum beijo.

7 comentários:

  1. Paixão é tudo isto que tão bem foi descrito. Uma flor do canteiro ou a estrela no céu,uma gota de chuva na bracura de um véu. Perfeito um bjo

    ResponderEliminar
  2. Tão bonito!!

    A PAIXão é tal qual a descreveu...

    Bj

    ResponderEliminar
  3. Adorei!

    Belo poema!

    Paixão é tudo isso. Gostei particularmente dos dois últimos versos.

    "Seres sem saberes, vontade e desejo
    Apenas imaginação…dum toque, dum beijo."

    Parabéns.

    Bjs.

    Lisa

    ResponderEliminar
  4. Acho Maria que paixão não explicação, você simplesmente se apaixona e pronto.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Paixão...ela queima, dói, arde e nos consome pouco a pouco, ou vem de forma arrebatadora..quando correspondida incendeia os corpos e as almas.... beijinhos no seu coração e obrigada pela visita me meu blog e tbm por tornar-se seguidora...Será sempre bem vinda!!! Bjosss

    ResponderEliminar
  6. Obrigado Maria!
    O privilégio é todo meu, em tê-la como minha seguidora!
    Tem um blog que é um encanto!!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Que paixão tão real, tão expressiva.
    Lindissimo poema.
    Adoro ler os teus segredos.

    Bjs

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui