domingo, 24 de agosto de 2008

CHUVA

Ouço a chuva
A bater na calçada
Sinto-me calma
Como se estivesse anestesiada
O som embala-me
Transporta o meu pensamento
Na noite as estrelas desaparecem
E diz-me o vento
Voa...liberta o que te retrai
Acredita.....
Com a chuva a dor também  se vai.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui