quarta-feira, 8 de julho de 2009

"DOR"


"""A minha dor é um convento ideal

Cheio de claustros, sombras,arcarias,

Aonde a pedra em convulsões sombrias

Tem linhas dum requinte escultural.

Neste triste convento aonde eu moro,

Noites e dias rezo e grito e choro,

E ninguém ouve...ninguém vê...ninguém..."""

FLORBELA  ESPANCA

------------------          -------------------

Hoje, estou tão triste, que não consigo escrever nada.

Sinto-me revoltada, chateada .

Este poema descreve o meu estado.

         

7 comentários:

  1. Ás vezes só as palavras fazem sentido... Tudo a correr bem
    bj
    Chris

    ResponderEliminar
  2. Cara amiga,
    Há dias assim, mas nós sabemos que depois da tempestade vem a calmaria. O poema que escolheu é lindo como são todos os de Florbela Espanca. A foto é belissima. Poema e foto retratam bem um estado de espírito perturbado (momentâneamente). Amanhã é um novo dia.
    Um abraço,
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  3. Ólá Maria!!
    A tristeza faz parte da nossa vida.
    Hoje podemos estar tristes, mas concerteza amanhã acabará por acontecer algo que nos vai decerto animar... um sorriso, um beijo, uma flor, algo que parece até nem ter grande significado, mas que nos toca de algum modo.
    Espero que estas minhas palavras lhe tragam algum conforto e lhe ponham um pequeno sorriso nos lábios...

    Está muito bonito este seu novo blog...
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. ‘imagine-se... ser o alvo a abater de uma louca disposta a tudo’

    Gostamos muito do seu Blog, que conhecemos através de comentários a posts de OMomentoCerto, cuja autora Cristina Fernandes está actualmente a contas com a justiça portuguesa, com julgamento marcado para Outubro próximo (e ainda tão longe),

    acusada de diversos crimes violentíssimos de stalking, de perseguição, de ameaças

    contra um homem que recusa relacionar-se amorosamente com ela

    e contra mulheres, familiares e até crianças que lhe são próximas

    trata-se da absoluta cegueira de alguém que está muito doente mas recusa tratar-se, assim como recusa a realidade que possa contradizer os seus direitos universais e absolutos

    verdadeiro terrorismo unipessoal com consequências devastadoras para quem optou por conduzir a vida em paz

    se a justiça dos homens já está marcada, a de Deus também virá pois toda a vida é equilíbrio e retorno

    as nossas desculpas pelo desabafo mas ‘nem tudo o que parece é’

    e esta alma narcísica e perversa alimenta-se de elogios num ego que não reconhece ‘ao outro’ qualquer liberdade, para além da sua vontade e da sua leviandade

    o Bem, a quem o pratica e a quem o procura

    felicidades para os dias de hoje e de amanhã

    vamos continuar por aqui, porque não estamos sós

    www.stalkingvictims.com

    Sofia Cordis

    ResponderEliminar
  5. Oi Maria, este poema de Florbela é belo, espero que sua tristeza tenha passado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria, na vida há dias de tristeza e às vezes não compreendemos o porquê de acontecerem certas coisas que nos pôem tão em baixo. Coragem tudo se resolve de certeza.Bfs. Bjs

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui