segunda-feira, 6 de abril de 2009

Lirios


Como os Lírios plantados no jardim
Que voltam sempre na Primavera
A mocidade foi...
O passado é a Quimera
E lá longe...
Tão longe...
Revivo cada dia
Cada frase não dita
Cada encontro não Tido
E os Lírios voltam sempre na Primavera
A vida passa
O sonho esvai-se
São cores...
São pétalas...
Roxas, Amarelas
Umas caiem, outras sobrevivem
Como os lírios plantados no jardim
Que voltam sempre na Primavera..



4 comentários:

  1. Foi o espelho meu que me trouxe até si e em boa hora o fez. Tudo volta, tudo se renova, tudo se revê, sempre, sempre que o nosso pensamento quiser. Cada momento é agora, aquilo que pensamos.
    Um biejinho,
    Maria Emilia

    ResponderEliminar
  2. Olá

    Amei o poema!
    Parabéns!

    Os lírios vão e voltam com a Primavera...a mocidade vai-se com os sonhos não vividos...regressando o Outono recheado de recordações...

    Bjs

    Lisa

    ResponderEliminar
  3. Olá, passei para ler você neste espaço super aconchegante, onde levo o perfume de seus versos,
    e te desejar uma
    PÁSCOA DE LUZ QUE RELUZ

    Efigênia Coutinho

    ResponderEliminar
  4. O texto está lindo! E como poderia não estar, se é o lirio a flor que eu mais gosto...

    beijinhos

    ResponderEliminar

widgets.amung.us

Seguidores

Quanto já leram por aqui